Dica de Língua Portuguesa: histórias em quadrinhos (1)

Trabalhando com os descritores da PROVA BRASIL nas aulas de reforço na escola.

—-

Olá, Educadores.

Toda criança que está na escola pode aprender.

Nossa proposta nesta série de dicas é ajudá-los a desenvolver em seus alunos as habilidades básicas de leitura e resolução de problemas. Elas serão úteis em todas as disciplinas e para o resto de suas vidas.

A dica de hoje é o uso de histórias em quadrinhos para fortalecer as competências de leitura e interpretação de textos de seus alunos.

Além de proporcionar momentos lúdicos e prazerosos pra as crianças, os gibis são uma importante fonte de recursos pedagógico e podem ser trabalhadas por professores das diversas disciplinas do Ensino Fundamental. Com eles, você poderá desenvolver e aprimorar habilidades como atenção, percepção, memória, raciocínio, imaginação e criatividade.

A atividade sugerida abaixo trabalha os descritores D1 e D5 do SAEB (Prova Brasil) de Língua Portuguesa. Você pode aplicar esse modelo de atividades para qualquer outra história em quadrinhos. Seus alunos irão adorar!

Roteiro

Peça aos seus alunos para lerem a seguinte história:

 

A seguir, peça que respondam às questões abaixo:

1. Na frase “Vô larga di mexê com goiaba”, o personagem do Nhô Lau quer dizer que

( ) não vai mais comer goiabas.

( ) não vai mais roubar goiabas.

( ) não vai mais plantar goiabas.

 

2. Na frase “Froris procê minha fror”, o personagem do Chico Bento quer dizer que

( ) as flores são roubadas.

( ) a Rosinha é linda como uma flor.

( ) o Nhô Lau permitiu que ele as pegasse.

 

3. Na história, os personagens usam um português acaipirado, comum nas cidades do interior. Reescreva a frase que mostra o seu jeito de falar – “Prantá fror é muito mior qui prantá goiabas”.

 

4. Escreva os nomes dos personagens que participam dessa história:

 

Bom trabalho!