Simulados do Programa Integrar ajudam no preparo dos alunos para a Prova Brasil

Simulados do Programa Integrar ajudam no preparo dos alunos para a Prova Brasil

Contribuir para a melhoria do desempenho dos alunos em avaliações sistêmicas de aprendizagem, como a Prova Brasil, é uma das propostas do Programa Integrar. A iniciativa é uma das ações do programa social desenvolvido pela empresa Kinross desde 2011 com objetivo de contribuir para a melhoria da qualidade da educação pública no município.

O Programa elabora e disponibiliza às escolas simulados para disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática, no modelo da Prova Brasil. A avaliação oficial é aplicada pelo Ministério da Educação sempre no mês de novembro, em anos ímpares, com intuito de avaliar o sistema de ensino das escolas, cidades e estados brasileiros. Seu resultado é um dos componentes utilizados no cálculo do Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica).

Em 2015, o Integrar, buscando alinhamento com gestores públicos de educação do município, articulou com a Superintendência Regional de Ensino (SRE) e com a Secretaria Municipal de Educação (SME) a construção de um simulado conjunto que atendesse às prioridades de todas as escolas, das redes estadual e municipal.

Com o apoio de uma empresa especializada, a Propor+Ação, de São Paulo, e supervisão de dois dos mais importantes especialistas em avaliação do Brasil, os professores Luiz dos Prazeres, da Universidade Federal de Ouro Preto, e Eliane Gazire, da PUC de Minas Gerais, foram produzidos mais de 80 itens inéditos para as provas de Língua Portuguesa e Matemática para alunos de 5º e 9º anos do Ensino Fundamental.

A diagramação foi elaborada em formato idêntico ao do Ministério da Educação. Os arquivos foram encaminhados em formato eletrônico para os gestores das redes e em formato impresso para as 8 escolas apoiadas pelo Programa em 2015. A equipe de estagiários universitários do Programa aplicou as provas em 28 turmas, tabulando os resultados por aluno, turma e escola. Além dessas devolutivas, cada professor recebeu também um relatório com a descrição detalhada dos itens, com orientações sobre como trabalhar os resultados.

simulado 3

“Os estudantes estavam preparados para fazer o simulado e participaram com bastante compromisso, pois sabiam da sua importância. Eles tiveram muito interesse na correção do simulado. Em alguns casos, “não acreditaram” como haviam errado algumas questões”, comentou a professora Valdenice Batista de Souza, da Escola Estadual Affonso Roquette.

De um modo geral, os alunos tiveram bom desempenho, com destaque para a média acima de 6,10 em Língua Portuguesa, em ambas as turmas. A exceção foi o desempenho na prova de Matemática, no 9º ano, considerada muito difícil por alunos e professores.

Na avaliação dos gestores das escolas participantes, no entanto, o simulado surpreendeu pelos resultados e envolvimento dos estudantes. “Fiquei muito feliz e emocionada, pois alguns alunos do reforço tiveram uma pontuação melhor dos que não participam dessa ação. Ou seja, eles evoluíram muito na aprendizagem”, comentou a diretora Leci Machado Pires, da Escola Municipal Gidalte Maria dos Santos.

A professora Cristiane Alves Ferreira, da Escola Municipal Professora Márcia M. Meireles – CAIC, destacou ainda que, aos poucos, os alunos foram entendendo a importância do bom desempenho deles na Prova Brasil. “Além do professor, supervisor e outros membros da escola buscarem sempre reforçar esse entendimento, foi muito bom ter o apoio externo do Programa Integrar, com simulados, dinâmicas e visitas falando sobre o tema”, enfatizou.

Após a tabulação dos resultados, o Programa encaminhou às escolas itens adicionais extraídos do site oficial Devolutivas Pedagógicas (http://devolutivas.inep.gov.br) para reavaliação de descritores que tiveram baixo desempenho.

Um resultado importante é que todas as escolas apoiadas registraram altos índices de presença de alunos nos dias de aplicação da Prova Brasil, em comparação com anos anteriores. Os resultados preliminares dessa avaliação serão divulgados em maio de 2016, segundo o Ministério da Educação.

Para saber mais sobre o Programa Integrar acesse o site:

Conheça também a publicação Avaliação & Aprendizagem no seguinte endereço: